Melhoria contínua

Hoje vamos falar um pouco sobre a história da Veloturbo.

Logo no início, tínhamos apenas um link dedicado de Internet, de 1Mbit/s para nossa pequena rede. Não lembro exatamente quantos clientes tínhamos na época, mas logo esse link ficou esgotado. Solicitamos ao nosso fornecedor então aumento para 2Mbit/s e foi um sacrifício pra isso acontecer. Mas beleza, aumentaram.

Durou mais alguns meses e, como estávamos crescendo rapidamente, logo este link se esgotou também. Era hora de aumentar novamente e foi isso que fizemos. Longo tempo de espera, pra variar, mas enfim, tínhamos agora condições de crescer mais. Foi o momento em que decidimos que a empresa devia se profissionalizar.

Adquirimos servidores, aperfeiçoamo-nos através de treinamentos, e botamos todos os nossos conhecimentos em prática. O Marcelo é estudioso das ciências exatas: física, química, matemática… está quase formado. E eu tenho formação em Ciência da Computação. Ele aplica sua experiência em rádios, antenas, enlaces, propagação de ondas, polarização e mais uma porção de coisas que envolvem uma (aparentemente) simples conexão física entre dois dispositivos. E eu coloco em prática o que aprendi nas configurações de rede, roteamento, hardwares e softwares e todos os demais itens ligados à conexão lógica. Resumindo, podemos dizer que a estrutura da Veloturbo tem dois responsáveis que entendem do que estão fazendo, e que nunca se cansam de estudar e desbravar as novas tecnologias.

Bom, continuando, nossa estrutura passou por uma reestruturação significativa e naquele momento já tinha links e servidores de redundância, no-breaks impecáveis, ativos de rede das melhores marcas e proprietários preocupados em ter a melhor estrutura de rede. Faltava apenas uma equipe para melhorar o atendimento aos clientes, e foi isso que buscamos. A aliança com parceiros autorizados deu tão certo que persiste até hoje. Ou seja: a Veloturbo se preocupa em manter a infraestrutura perfeita, enquanto que nossos parceiros autorizados se responsabilizam em prestar atendimento aos nossos clientes com excelência.

Assim, nosso ritmo de crescimento aumentou e lá fomos nós, mais uma vez, ampliar a capacidade de nossos links. E dessa vez contratamos outro fornecedor, diminuindo assim o problema do “ponto único de falha”. Esse problema ocorre quando tem alguma coisa que pode falhar, e deixar os clientes sem comunicação, mesmo com todos os cuidados que se possa tomar. Tínhamos apenas um fornecedor. Agora, com mais de um, pode até ocorrer falha em algum deles, que em poucos segundos todo o tráfego é direcionado para os restantes, sendo muitas vezes imperceptível para o usuário.

Muito bem. Dentro do provedor está tudo ok. Mas e nas torres? Estão em lugares remotos. Se faltar energia elétrica? E lá fomos nós buscar alternativas para esses casos. E encontramos uma solução, desenvolvida internamente pela própria Veloturbo, que mantém os pontos de acesso em funcionamento por muito mais tempo do que soluções convencionais com no-breaks e geradores. Ponto pra nós!

Enfim, aqui estamos: preocupados com nossos clientes, com a nossa rede, com as nossas torres, antenas, equipamentos. Ainda nessa semana adquirimos novos no-breaks e também um gerador pra usar em nossa “base”. Estamos sempre em busca de novidades. Sempre lançando inovações. Este blog é mais um exemplo, e podem ter certeza que não iremos parar. Muito pelo contrário!

Bem, vou ficando por aqui pra não me estender demais.
Um grande abraço a todos, espero que tenham gostado.

Att.

Daniel Ghisleni