Problemas no caminho? Nem tantos!

Quando iniciamos este blog, dissemos que iríamos contar aqui um pouco do que ocorre na Veloturbo. História, tecnologias, serviços oferecidos, situações boas e também as situações ruins.

Pois bem. Aqui vai então uma situação ruim.

[Post editado, leia abaixo em vermelho]

Mas antes, é preciso entender um pouco os conceitos. A Internet, como todos sabem, é uma rede que interliga milhões de computadores espalhados em todo o globo terrestre. Muitos são computadores de usuários como nós, outros são computadores que só servem para fornecer serviços como e-mails, sites, downloads, chamados de servidores. Há também muitos outros dispositivos conectados à rede, como telefones celulares, computadores de mão e até eletrodomésticos.

Pois bem. Interligar isso tudo não é uma coisa tão simples. As operadoras de telecomunicação usam cabos, fibras óticas, rádios, antenas e inúmeros equipamentos para tornar possível a comunicação de qualquer ponto do mundo com qualquer outro ponto do mundo. E a Veloturbo, não diferente, contribui com a sua parte para que tudo isso funcione de forma harmônica.

Agora vem a situação complicada… A Veloturbo e todas as outras empresas de telecomunicações dependem umas das outras para que tudo funcione adequadamente. Afinal, a Internet é uma rede pública, assim como as estradas e rodovias, de forma que não adianta um trecho estar perfeito, se o trecho seguinte está ruim. E é justamente o que tem ocorrido nos últimos dias com a Veloturbo, já que algumas de suas conexões são feitas através da operadora Oi, antiga Brasil Telecom.

O fato é que essa operadora contrata empresas terceirizadas para realizar sua mão-de-obra nos diferentes estados onde atua, e no momento, ela está substituindo a empresa que presta mão-de-obra no Rio Grande do Sul. Isso está gerando uma série de manifestações, uma vez que pode gerar inúmeros transtornos e desempregos (fontes: Zero Hora, Jornal do Comércio). O reflexo disso está aí: queda brusca na qualidade dos serviços prestados.

Verifica-se que, apesar de não possuir nenhuma relação com o problema aqui exposto, o mensageiro instantâneo da Microsoft também passa por dificuldades técnicas. Isso envolve todos os usuários do MSN, que reclamam que às vezes não entra, ou a lista de contatos fica incompleta ou incorreta. A Microsoft reportou que o problema seria solucionado ainda no dia 23 de março (fonte: Globo.com). No entanto, o problema persiste até o presente instante (01 de abril de 2010).

Mas nem tudo está perdido. Para minimizar os efeitos dessa problemática, a Veloturbo buscou outros caminhos. A solução foi interconectar sua rede à rede de outra operadora, permitindo que todo o tráfego de dados gerado pelos clientes sejam encaminhados ao destino através de caminhos alternativos. Algo semelhante a fazer uma viagem usando outras rodovias.

A partir da segunda semana do mês de abril, poderemos contar com essa solução, e assim teremos a certeza de que a qualidade de nossos serviços aumentará ainda mais. Gostaríamos de agradecer enormemente a compreensão de nossos clientes, mesmo os não diretamente atingidos, uma vez que podem ocorrer ainda alguns congestionamentos até isso tudo se solucionar. O que nos conforta é saber que, apesar de nosso esforço e nossa preocupação, não somos o único provedor a enfrentar esses contratempos.

Um grande abraço,

Equipe Veloturbo