Mais um ano se finda!

PapaiNoel-237x300Natal… Época de renovação, de esperança, de gratidão e de perseverança. Época de pensar se tudo o que fizemos durante o ano merece aplausos, ou se merece a nossa reavaliação. De pensar se devemos continuar agindo da mesma forma, ou se devemos mudar. De agradecer, de rezar, reafirmar nossa fé.

É o chamado “espírito natalino”. A força que, a todo final de ano, nos empurra para mais uma empreitada, para mais um desafio. Que nos renova, nos enche de entusiasmo e nos revigora para vencermos as dificuldades que sabemos que existem, e também aquelas que aparecem de surpresa.

Nós queremos desejar aos nossos clientes, amigos, fornecedores e parceiros, e principalmente aos nossos familiares, um ótimo Natal e um ano novo de muitas atitudes e conquistas. Que consigamos concretizar nossas metas, que consigamos realizar nossos sonhos, que consigamos produzir riqueza não só material, mas riqueza de espírito, riqueza de alma. Que sejamos felizes e que possamos fazer os outros felizes também.

Agradecemos a Deus e a todos vocês por mais este ano que passou, por ter nos mantido fortes, por ter nos acompanhado em nossas rotinas diárias, nas dificuldades e nas conquistas, enfim, por ter nos dado vida. E podem acreditar, 2011 reserva inúmeras novidades para você, nosso cliente.

Um grande abraço todos, da família Veloturbo!
Natal 2010

Velocímetro!

A partir de agora, você poderá verificar a velocidade de sua conexão através do Velocímetro, o aplicativo da Veloturbo desenvolvido especialmente para você utilizar sempre que achar necessário (clique aqui para acessar).

O funcionamento do Velocímetro é simples: utilizando um cronômetro, ele transfere até o seu computador um arquivo de tamanho conhecido e, no final da transferência, calcula quanto tempo foi gasto para concluir essa transferência.

Sabendo o tamanho do arquivo e tempo gasto para transferi-lo, é realizada uma conta simples para se descobrir a velocidade de transferência, ou seja, a velocidade que a sua conexão suporta. Quanto mais rápida a conexão, menos tempo será necessário para transferir o arquivo e, portanto, maior será a velocidade de transmissão. Por conseguinte, “mais rápida será a sua Internet”.

Porém, para obter resultados precisos, não basta acessar o Velocímetro e aguardar. É necessário tomar alguns cuidados, como por exemplo fechar todo e qualquer aplicativo que possa estar utilizando a Internet durante as medições. Também é altamente recomendável repetir o teste pelo menos três vezes, pois mesmo com todos os programas do computador fechados, ainda pode haver conexões ativas ou não completamente encerradas.

Além disso, é interessante repetir o teste em diferentes horários do dia, de preferência dias diferentes. Como as medições são instantâneas, os resultados refletem a conexão daquele exato momento, e não o resultado de modo geral. Após refazer o teste várias vezes em vários horários e dias diferentes é que se terá uma noção da velocidade que a sua conexão atinge.

Por isso, recomendamos que você utilize o Velocímetro com frequência. Assim, se você notar que a velocidade está oscilando muito, poderá entrar em contato conosco e comunicar o fato para que possamos auxiliá-lo.

Esta é mais uma novidade da Veloturbo para os seus clientes, e até para quem não é cliente. Aproveite a ferramenta e mantenha sua conexão sempre estável. Até breve!

Atenciosamente,

Equipe Veloturbo

Tecnologia, evolução!

Estamos quase no ano de 2011 e já temos plena certeza de que hoje em dia tudo acontece muito rápido. Rápido mesmo. E na área da tecnologia, particularmente, essa velocidade é absurdamente maior.

Você já percebeu como todos os eletrônicos que você compra ficam rapidamente obsoletos? De todos os eletrônicos que você possui, o computador ocupa a primeira posição na lista dos que “envelhecem” mais rapidamente. É impressionante. A cada dia surge uma novidade, e o seu computador, que era o top de linha, já passou a faixa para um modelo mais avançado.

E assim os dias passam. Em míseros seis meses, um computador padrão de mercado já começa a usar bengala. Os mais modernos conseguem resistir um pouco mais, mas em resumo, o ciclo de vida de um computador não passa de um ano. Isso se deve à velocidade com que surgem novos programas (os softwares) e com que os mesmos são atualizados, exigindo cada vez mais memória RAM, disco rígido, processamento… Enfim, exigem um upgrade de hardware. Trocando em miúdos, a troca do computador.

Não se iluda com o pensamento de que o computador “vai ser usado só para digitar trabalhos e navegar na Internet”. Parece que isso é pouco, mas para que você consiga visualizar os sites corretamente, é necessário ter o seu navegador sempre atualizado, sob pena de não poder utilizar ou visualizar certos recursos, que vão desde animações e sons até vídeos, projetos tridimensionais ou visualizações via satélite. Você certamente já ouviu falar do Google® Earth®. Pois é. A cada dia são incorporados novos recursos. O mesmo ocorre com os sites da web. E haja memória e processador para conseguir executar tanta coisa! Isso sem falar nos gamers, aquela turma que usa o computador para jogar. Aí sim: haja hardware!

O maior objetivo com este post é conscientizar as pessoas de que, no geral, é muito mais interessante ter um computador médio e atualizá-lo a cada 6 meses, do que gastar uma fortuna com um computador melhor, para depois de um ano ter que investir em atualizações (trocar memória, disco, processador). O mesmo vale para os notebooks. Inclusive, se você puder, invista em um notebook. Ele faz tudo que o computador de mesa faz, com a grande vantagem de ser portátil, além de economizar energia elétrica.

Pense bem antes de adquirir um computador. Não caia em armadilhas.

Um grande abraço e, se você tem algum comentário sobre este tópico, não deixe de nos escrever.

Atenciosamente,

Equipe Veloturbo

Novo serviço: streaming!

Você já ouviu falar em streaming?

Certamente deve ter ouvido. Para quem não tem certeza sobre o seu significado, streaming pode ser entendido como a tecnologia que transporta um fluxo de mídia da origem (um servidor) até vários destinos (os clientes). Essa mídia pode ser áudio, vídeo, ou áudio e vídeo, permitindo assim que qualquer conteúdo informativo possa ser transmitido de um ponto a vários outros.

É semelhante a uma emissora de rádio ou televisão. Nessa analogia, o streaming seria a transmissão de conteúdo através de uma rede, e neste caso, a rede seria a Internet. Com essa tecnologia, pode-se gerar um conteúdo de áudio e vídeo e transmiti-lo a qualquer ponto do planeta via Internet, desde que, é claro, origem e destino estejam conectados à grande rede.

Agora sobre o serviço: a Veloturbo é a única empresa na região que possui tecnologia para realizar streaming. Ou seja, é a única que possui estrutura que permite inúmeros telespectadores conseguirem acessar o conteúdo streaming gerado por uma empresa — geralmente de rádio ou televisão — que quer disseminar o conteúdo ao vivo também pela Internet.

Isso significa que, se você administra uma emissora de rádio ou televisão, ou ainda mantém alguma rádio on-line qualquer, poderá obter este serviço para tornar a publicação de seu conteúdo de maneira profissional, sem quedas, picotes ou falhas. Isso porque o serviço de streaming mantém apenas uma conexão até o seu computador, e todos os clientes que quiserem acessar o conteúdo, estarão acessando através de nossos servidores, desonerando assim a sua conexão, que pode ser uma conexão de banda larga qualquer.

Então, se você está procurando algum provedor que tenha serviços de streaming, já pode ficar despreocupado. Fale conosco e solicite um orçamento; nossos planos são extremamente acessíveis e com certeza cabem no seu planejamento.

Essa é mais uma novidade da Veloturbo, a empresa que não pára de buscar novas tecnologias para você.

Não deixe de visitar nosso blog. Outras novidades já estão surgindo. Fique ligado!

Atenciosamente,
Equipe Veloturbo.

Redundância: a salva-vidas!

Acho que já escrevemos sobre esse assunto antes, mas de tanta importância que ele tem, merece mais uma vez ser citado aqui.

Nessa madrugada (14/09/2010) tivemos rajadas fortes de vento em determinadas regiões do RS, e infelizmente em uma dessas regiões está uma torre pela qual passa um de nossos circuitos de transmissão. Resultado: com a ventania causada pelo ciclone extra-tropical que se formou na costa, esta torre foi danificada e o circuito, interrompido. Além, é claro, de diversas outras avarias em redes elétricas pelo Rio Grande afora (fonte: Zero Hora).

Para contornar o problema, o sistema de redundância entra em ação e desvia o tráfego para outro caminho, encaminhando todas as solicitações de acesso para um circuito paralelo. Resumindo, o acesso aos sites e demais serviços é feito usando um caminho alternativo e praticamente imperceptível para os usuários.

É claro que, por mais automatizadas que sejam as tarefas, elas sempre exigem supervisão, pois nem mesmo um sistema anti-falhas é livre de falhas. Porém, mais uma vez tivemos sucesso e se ocorreu algum downtime, com certeza foi breve.

É por essa e por outras que damos tanta importância à redundância, não só nos links, mas nos sistemas de alimentação, nos servidores, nos dispositivos de rede, nos equipamentos em torres… enfim, em todos os aspectos possíveis. Tudo isso pra promover a você, nosso cliente, uma conexão sempre disponível e uma navegação sempre tranquila.

Um grande abraço e até a próxima.

Equipe Veloturbo

Novo ponto de acesso: Pinheirinho

É com grande satisfação que anunciamos a instalação de mais um ponto de acesso na cidade de Encantado.

O novo ponto de acesso irá atender os bairros Pinheirinho, Barra do Guaporé e arredores, um local que até hoje não tinha cobertura de nenhum outro provedor. Isso prova a preocupação da Veloturbo em ter cobertura em toda a cidade de Encantado, e que vem aos poucos se tornando realidade, ao mesmo tempo em que reafirma o seu compromisso em atender com qualidade toda a população.

Os moradores dessa região que estiverem interessados poderão entrar em contato conosco pelo SAC, fone (51) 3751-6969, ou pelo e-mail atendimento@veloturbo.com.br, ou ainda pelo formulário de contato de nosso site.

Mas as novidades não páram por aí. A Veloturbo adquiriu recentemente e está em fase de instalação dos novos sistemas de energia ininterrupta, mais modernos e totalmente informatizados, possibilitando a detecção imediata de falhas de energia elétrica da rede pública e tornando rápida a manutenção quando ela for necessária.

Isso, somado às inúmeras melhorias que fizemos nos últimos dias, torna a Veloturbo um provedor auto-suficiente mesmo na falta de energia elétrica por vários dias. As ampliações nos pontos de acesso possibilitam o atendimento através de rede própria em 5.8GHz com muito mais eficiência e estabilidade. Mais uma vez está provada a preocupação com a infra-estrutura e atendimento com excelência tanto ao cliente doméstico quanto corporativo.

As novidades não terminaram, mas nós vamos deixar um pouco para o próximo post, que não deve demorar tanto para escrevermos. Pedimos desculpas aos nossos queridos visitantes, pela demora em atualizar o blog. Mas prometemos que daqui por diante as atualizações serão mais frequentes.

Novidades bombásticas em breve. Aguarde!

Um grande abraço e até o próximo.

Administração Veloturbo

Card sharing… a nova febre

O poder de criatividade do ser humano é algo inexplicável… simplesmente fascinante. Digo isso pelas incontáveis invenções que nos rodeiam, que facilitam nossas vidas, mas uma delas merece destaque aqui no blog. É o card sharing (“compartilhamento de cartão”, em tradução literal), que a cada dia ganha mais adeptos em todo lugar do mundo.

A prática do card sharing tem o objetivo de fazer o que faziam os tão populares decodificadores digitais de TV por assinatura: burlar a proteção dos canais pagos, permitindo que se assista a esses canais sem pagar assinatura mensal. AZBox, AZAmerica, Dreambox e outros aparelhos similares fizeram esse papel durante vários anos, mas de alguns meses pra cá, todos deixaram de funcionar. A proteção que antes era facilmente burlada, agora ganhou reforço e os receptores não mais conseguem decodificar o sinal. Somente os aparelhos fornecidos pelas operadoras é que conseguem.

É aí que entra o card sharing. A prática consiste em assinar um pacote de canais bem completo, realizando o devido pagamento mensal à companhia de TV, e compartilhar este plano com várias outras pessoas via Internet. Assim, essa mensalidade é dividida entre essas pessoas, que podem ainda dar lucro ao compartilhador, dependendo de quantos estão usando e quanto está sendo cobrado pelo sujeito que está compartilhando o plano.

A idéia parece simples e ingênua, mas é um exemplo claro de pirataria. Um crime, pra ser exato.

Imaginem vocês, que uma única assinatura poderá servir para duas, dez ou centenas de pessoas… E o que é pior: a companhia de TV, através do seu sistema, não consegue identificar se a prática está ocorrendo. No entanto, sem muito esforço, é possível chegar ao compartilhador, visto que na Internet, assim como na vida real, cada pessoa possui um endereço rastreável.

Do ponto de vista técnico, o que ocorre nessa prática é a simples troca de informações entre receptores que estão conectados via rede: um deles possui a “senha” e a passa aos demais. De posse da senha, é possível acessar determinado conteúdo, no caso, as imagens dos canais protegidos. É necessário uma simples conexão à Internet, e o tráfego gerado pelo sistema, embora absolutamente baixo, é constante: basta uma queda de alguns segundos na rede para que a imagem já congele. Algo semelhante a assistir vídeos no Youtube(tm) quando se tem uma velocidade de conexão insuficiente.

Na prática, o sistema consiste em um aparelho conectado, ao mesmo tempo, à televisão, à antena e à Internet. Um exemplo magnífico de engenharia da computação e eletrônica, e motivo de minha admiração pela inteligência e criatividade que está embutida em cada um de nós. Basta apenas aproveitá-la.

Essa mesma inteligência e criatividade pode trazer consequências indesejáveis, mas independente de qualquer condenação ou julgamento do mérito da questão, bato palmas para os desenvolvedores dessa e de tantas outras invenções que a informática permitiu. Cada vez me convenço mais de que o céu é o limite.

Apesar de todo meu reconhecimento à tecnologia e às pessoas que a desenvolvem, devo esclarecer que a Veloturbo não compactua com a prática de card sharing ou de qualquer outro sistema que contrarie leis, ou que possa ferir os direitos autorais ou intelectuais de quem quer que seja. A Internet é uma rede pública e não compete a Veloturbo permitir ou negar qualquer prática que se desenvolva sobre a grande rede. No entanto, ela reafirma aqui que estará cumprindo todas as determinações que vierem a ser necessárias, de acordo com as exigências atuais e futuras da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Ministério das Comunicações (Minicom).

Também gostaria de deixar claro que a Veloturbo não atende a chamados técnicos relacionados a travamentos ou congelamentos de imagem oriundos de sistemas ilegais como este que citei. Se você utiliza card sharing, esteja ciente de que está fazendo isso por sua conta e risco, e lembre-se de que, no momento em que assinou o contrato conosco, comprometeu-se a não fazer uso da Internet para fins ilícitos. Se você pretende utilizar, saiba de antemão que a Veloturbo não dá e nem dará qualquer tipo de assistência ou apoio a qualquer prática desta natureza.

Sendo o que tinha para o momento, despeço-me desejando a todos uma ótima semana.

Att.

Daniel Ghisleni
Administração Veloturbo

Veloturbinado! Assine já!

Que tal ter banda larga de 512K por apenas R$ 59 mensais sem pagar nada pela instalação e pelos equipamentos? É isso mesmo: a gente enlouqueceu! Forneceremos equipamentos gratuitamente e um plano de acesso feito na medida para você.

Aproveite a promoção Seja você também um Veloturbinado e navegue na Internet com muito mais qualidade e rapidez!

A Veloturbo, em atitude arrasadora, lançou essa promoção em que você não paga nada de adesão. Você liga, agenda a instalação e pronto. Sem complicações, sem taxas, sem surpresas. Simples assim.

E para arrematar, nada de usar equipamentos convencionais. A Veloturbo começou a instalar somente equipamentos de 5.8GHz. Ou seja, além de você não precisar pagar pela instalação, você ainda estará usando equipamentos de excelente qualidade. Resumindo: sem interferências, sem oscilações, sem paradas.

Não pense duas vezes: a promoção é por tempo limitado!

Ligue agora mesmo: (51) 3751-6969 e seja você também um Veloturbinado!

Consulte outros planos de acesso!

Soluções Inteligentes distribuem Internet em condomínios com muito menos transtornos

Mais uma vez a Veloturbo inova e leva até você mais comodidade no momento de assinar um plano de acesso à Internet. Desta vez, usando a rede de telefonia existente ou dos cabos de antena coletiva, ambos através do sistema HPN.

Com a intenção de diminuir os transtornos gerados ao instalar kits de acesso para clientes residentes em condomínios verticais e horizontais, a Veloturbo procurou incansavelmente, junto a seus parceiros, soluções que evitassem toda a mão-de-obra pesada necessária, como furação de chapas, paredes, passagem de cabos, além da sujeira e da perda de tempo que todo esse trabalho gera. Como resultado desse esforço, a Veloturbo oferece hoje 3 soluções distintas, mas com o mesmo objetivo: minimizar esforços e custos de instalação, simplificar todo o processo, aumentar a segurança e a estabilidade do sistema e utilizar infraestruturas já existentes. Essas soluções são: (i) PLC, que utiliza a rede elétrica — produto já lançado; (ii) HPN, que se beneficia da rede de telefonia; e (iii) HPNA, que aproveita a fiação de antena coletiva.

O sistema HPN via rede interna de telefonia

Aproveitando a rede de telefonia já existente, a Veloturbo distribui em um condomínio o acesso à Internet com segurança e estabilidade. Funcionando de forma semelhante ao PLC, o sistema HPN é instalado no quadro de distribuição geral e insere nos fios de telefone do assinante o sinal, que é então recebido e decodificado através de um modem dentro de cada apartamento, sem que seja necessário qualquer fiação auxiliar. Qualquer tomada de telefone existente no apartamento poderá ser usada para conectar o modem, sem no entanto interferir no funcionamento normal do telefone.

Essa forma de conexão não requer que o assinante possua um telefone fixo funcionando. Basta que existam os fios que vão do quadro de distribuição geral até o apartamento, o que normalmente já existe nas construções. O sistema também não interfere no sinal ADSL, caso o assinante já tenha este serviço habilitado com outra operadora, sendo possível utilizar voz, HPN e ADSL simultaneamente num mesmo par de fios telefônicos.

O sistema HPN via cabos coaxiais de antena coletiva

A fiação de antena coletiva também pode ser aproveitada para interligar dispositivos em rede. A tecnologia atua da mesma maneira: injeta na fiação da antena do prédio um sinal que é decodificado pelos adaptadores. Aqui também não há interferência no funcionamento normal do sistema. A fiação continuará a fazer o seu papel normal, que é conectar a antena a um televisor ou a um aparelho decodificador via satélite. A única diferença é que essa mesma fiação servirá para duas coisas ao mesmo tempo: antena de TV e Internet.

Também não é obrigatório que o assinante tenha TV a cabo, ou TV por assinatura. Sequer necessita que o assinante tenha televisor ou antena instalados. O único requisito é que exista fiação de antena coletiva (e que esta fiação seja coaxial).

Plano Piloto

Um sistema piloto já está instalado no Residencial Versalhes, em Encantado, e tem capacidade para atender todos os 20 apartamentos do condomínio. Os interessados que residem neste condomínio podem entrar em contato conosco para a ativação do sistema. Para quem deseja conhecer melhor, basta entrar em contato conosco e agendar uma visita. A instalação é muito rápida e não requer técnicos ou eletricistas.

Incluído em 11/06/2010: Outros condomínios já estão com sistemas inteligentes instalados e funcionando, e a comercialização dessas soluções está indo de vento em poupa. Está 100% aprovado tanto pela Veloturbo quanto pelos clientes que já utilizam estes modernos sistemas de conexão.

Diga não aos buracos e fios aparecendo. Solicite-nos uma visita e tenha a certeza de uma instalação rápida, limpa e sem transtornos. Não gaste mais seu dinheiro com instalações demoradas, que comprometem a estrutura e o visual do seu prédio ou da sua moradia. Não arrisque ter problemas de infiltrações. Entre em contato conosco e adquira uma de nossas Soluções Inteligentes. Temos o equipamento na medida certa para cada caso.

Foi um prazer apresentar mais estes produtos para vocês. Tenham um bom dia!

Equipe Veloturbo

Problemas no caminho? Nem tantos!

Quando iniciamos este blog, dissemos que iríamos contar aqui um pouco do que ocorre na Veloturbo. História, tecnologias, serviços oferecidos, situações boas e também as situações ruins.

Pois bem. Aqui vai então uma situação ruim.

[Post editado, leia abaixo em vermelho]

Mas antes, é preciso entender um pouco os conceitos. A Internet, como todos sabem, é uma rede que interliga milhões de computadores espalhados em todo o globo terrestre. Muitos são computadores de usuários como nós, outros são computadores que só servem para fornecer serviços como e-mails, sites, downloads, chamados de servidores. Há também muitos outros dispositivos conectados à rede, como telefones celulares, computadores de mão e até eletrodomésticos.

Pois bem. Interligar isso tudo não é uma coisa tão simples. As operadoras de telecomunicação usam cabos, fibras óticas, rádios, antenas e inúmeros equipamentos para tornar possível a comunicação de qualquer ponto do mundo com qualquer outro ponto do mundo. E a Veloturbo, não diferente, contribui com a sua parte para que tudo isso funcione de forma harmônica.

Agora vem a situação complicada… A Veloturbo e todas as outras empresas de telecomunicações dependem umas das outras para que tudo funcione adequadamente. Afinal, a Internet é uma rede pública, assim como as estradas e rodovias, de forma que não adianta um trecho estar perfeito, se o trecho seguinte está ruim. E é justamente o que tem ocorrido nos últimos dias com a Veloturbo, já que algumas de suas conexões são feitas através da operadora Oi, antiga Brasil Telecom.

O fato é que essa operadora contrata empresas terceirizadas para realizar sua mão-de-obra nos diferentes estados onde atua, e no momento, ela está substituindo a empresa que presta mão-de-obra no Rio Grande do Sul. Isso está gerando uma série de manifestações, uma vez que pode gerar inúmeros transtornos e desempregos (fontes: Zero Hora, Jornal do Comércio). O reflexo disso está aí: queda brusca na qualidade dos serviços prestados.

Verifica-se que, apesar de não possuir nenhuma relação com o problema aqui exposto, o mensageiro instantâneo da Microsoft também passa por dificuldades técnicas. Isso envolve todos os usuários do MSN, que reclamam que às vezes não entra, ou a lista de contatos fica incompleta ou incorreta. A Microsoft reportou que o problema seria solucionado ainda no dia 23 de março (fonte: Globo.com). No entanto, o problema persiste até o presente instante (01 de abril de 2010).

Mas nem tudo está perdido. Para minimizar os efeitos dessa problemática, a Veloturbo buscou outros caminhos. A solução foi interconectar sua rede à rede de outra operadora, permitindo que todo o tráfego de dados gerado pelos clientes sejam encaminhados ao destino através de caminhos alternativos. Algo semelhante a fazer uma viagem usando outras rodovias.

A partir da segunda semana do mês de abril, poderemos contar com essa solução, e assim teremos a certeza de que a qualidade de nossos serviços aumentará ainda mais. Gostaríamos de agradecer enormemente a compreensão de nossos clientes, mesmo os não diretamente atingidos, uma vez que podem ocorrer ainda alguns congestionamentos até isso tudo se solucionar. O que nos conforta é saber que, apesar de nosso esforço e nossa preocupação, não somos o único provedor a enfrentar esses contratempos.

Um grande abraço,

Equipe Veloturbo

1 2 3